Buscar

#3 Como você reage às suas conquistas?

Eu já ouvi uma resposta assim sobre essa pergunta: “Eu tenho muitas coisas para fazer. Não tenho tempo para comemorar. Já foi. Ponto.”

Cada um, claro, sabe de suas prioridades e necessidades, mas já parou para pensar que a celebração de uma conquista é um outro passo que damos rumo aos nossos sonhos/ objetivos?

“Felicidade não é destino. Felicidade é jornada”

Passei a viver isso ainda mais durante o meu processo de coaching, no qual eu pude perceber que eu não reconhecia todo o meu esforço, o meu trabalho e tudo o que eu já havia conquistado. Eu sempre busquei mais, porque nunca e nada era bom o suficiente para mim. Até que um dia eu me perguntei “Espera! Mas qual o sentido de tudo isso?”

Qual o sentido de querer tudo para ontem se eu mal aproveitava o momento em que eu refletia sobre algo, estudava, compartilhava conhecimento com outra pessoa, além de muitas outras situações e principalmente, alcançava uma meta que eu estipulava?

Então, entendi que ao chegar ao meu objetivo, eu sentiria a mesma coisa “Legal! Próximo!”. E para que isso?? Cadê a tal felicidade??

Não, a felicidade está em fazer do agora o momento que vale a pena ser vivido, independente de onde, com quem ou como, para chegarmos em nossos objetivos já alcançados e dizermos “Valeu cada segundo, valeu cada esforço!”. Assim, valorizamos cada passo dado e o destino que alcançamos.  Isso é viver de forma plena! É ser grato!

Por isso, convido você a fazer a mesma coisa que eu fiz: refletir sobre como você tem agido diante das situações, diante de cada passo dado, diante de todo o seu esforço e principalmente, diante da SUA conquista.

E antes que você pense “A minha vida só dá errado. Celebrar o quê?”.

Celebre que você acordou para mais um dia, para mais uma oportunidade de tomar novas decisões e fazer a sua vida diferente…agora!


#celebração #compartilhamento #lifecoaching #Youtube #comportamento #aprendizado #experiência #vida

Posts recentes

Ver tudo

Eu, assim como você, estou preocupada com o futuro e passei por um luto nas primeiras duas semanas da quarentena até aceitar que os meus planos naquele momento teriam que ser adiados e que as ações qu