Buscar

A Dança dos Famosos (EUA) x Distúrbios Alimentares: Alexa Vega e a minha história

Provavelmente, você conhece a atriz Alexa Vega do filme “Os Pequenos Espiões”. Este ano, ela foi uma das participantes da 21ª temporada do Dancing With The Stars.


tumblr_m2a6btJ4YS1r2rsp9

Nos ensaios de uma de suas últimas danças, ela abriu de forma muito corajosa a sua luta contra a bulimia durante 6 anos e que começaram na gravação de um filme quando ela ainda era criança: um homem da produção disse na época que ela era muito gorda.

Imagina o impacto disso na vida dela e o quanto isso, infelizmente, é comum acontecer!


A jurada Carrie Ann Inaba disse sobre a apresentação:

…Isso foi mais que uma dança, foi cura. Não apenas para você (Alexa Vega) com a sua coragem incrível de dançar de peito aberto, doando o máximo de si, mas porque tudo isso inspirou a todos nós!

Com certeza, pois me inspirou muito: eu já tive um distúrbio alimentar entre 20 e 23 anos depois que tive um surto de stress no trabalho e engordei 7 quilos em 4 meses. E comecei a  ouvir comentários do tipo “Nossa, como você engordou!”, “Nossa, o que aconteceu com você?”, “Você está comendo demais, hein?”, etc. Depois de parar num hospital, eu emagreci 8 quilos rapidamente, pois precisei seguir uma dieta alimentar muito rígida para não desenvolver a tal da úlcera.

Mesmo depois de perder todos estes quilos, passei a comer muito menos do que antes, comprava revistas sobre emagrecimentos e cheguei a tomar remédios por conta própria para não ter apetite e queimar gordura do corpo. E como as pessoas nunca estão satisfeitas com elas mesmas e com os outros, não demorou muito para eu começar a ouvir o contrário “Nossa, você está muito magra!”, “Aff, pra que ser tão magra assim?”, “Preferia você gordinha, porque você tinha mais bunda”, “Viu, Akemi? Homem não gosta de mulher muito magra!”, etc.

Resultado? Um dia, no banheiro do trabalho, tentei induzir o vômito por ter comido um pouco a mais do que eu considerava ‘normal’ na época. Tentei, porque não consegui. Fiquei assustada demais com aquilo! Ainda bem. A partir daí, resolvi procurar ajuda.

Hoje, claro, ainda tenho meus complexos com o meu corpo e nunca acredito nos elogios que me fazem sobre isso, por mais sinceros que realmente sejam. Infelizmente são cicatrizes de um período muito caótico para mim. 

Mas hoje, acima da minha história, queria compartilhar com vocês 3 aprendizados que tive com tudo isso:

1) Pessoas que tanto reparam e comentam sobre o corpo alheio, ou são muito frustradas com o próprio corpo e descontam isso nos outros ou são maldosas mesmo ou ambas opções.

2) Se ame! Se cuide! Saúde está sempre acima de qualquer estereótipo de beleza. 

3) E se você se identificou com qualquer uma das situações, procure ajuda! Não deixe isso passar batido, porque o assunto é muito sério! 

E talvez, ao ler este post, alguém pense “Que mente fraca!”. Não mesmo!!

Errada é a pessoa que fala o que não deve e não aquela que ouve tais absurdos.

#experiências #compartilhamento #direcionamento #Youtube #superação #comportamento #aprendizado #históriasdavida

Posts recentes

Ver tudo

Eu, assim como você, estou preocupada com o futuro e passei por um luto nas primeiras duas semanas da quarentena até aceitar que os meus planos naquele momento teriam que ser adiados e que as ações qu