Buscar

Como a Música me Ajuda na Ansiedade e Produtividade

A minha conexão com a música sempre foi muito forte e ouvi os mais variados gêneros ao longo da minha vida.

Da minha infância até o início da adolescência, fui de musicais da Broadway e músicas japonesas com a minha mãe à música sertaneja e pop/rock nacional com o meu pai. Para depois, começar a buscar as minhas próprias referências. E ainda tive a oportunidade de tocar instrumentos como flauta doce, violão, teclado e até xilofone.

Por causa da minha ansiedade, não consegui iniciar e terminar as aulas de nenhum desses instrumentos, o que para mim, por muito tempo, era frustrante.

Só que, a partir do ano passado, eu pude ter a real noção de como a música sempre me ajudou nos piores e melhores momentos da minha vida. Claro que isso pode ser óbvio para muita gente, já que a música é uma forma universal de expressão, mas eu não tinha tanta clareza sobre como isso funcionava com relação à minha ansiedade e produtividade.

Percebi que, até hoje, não só quando não estou num bom dia, mas principalmente, quando estou muito dispersa, sem foco no meu trabalho e prioridades do momento, eu recorro automaticamente à música.

Eu canto, danço e parece que todas as preocupações diminuem e eu consigo voltar os meus pensamentos para mim. Claro que se eu estiver na rua, não farei isso com a maior liberdade que eu tenho quando estou em casa, mas se você me encontrar na rua cantando baixinho e balançando a cabeça, não estranhe (rs).

Só que um detalhe: depois de um tempo ouvindo músicas, eu volto a trabalhar e depois de uma meia hora, eu tenho que parar o player. É como se a música me atrapalhasse. Mas é que, nessa hora, eu já consegui voltar o meu foco para o meu trabalho ou o que exige a minha atenção no momento.

Ou seja, ao mesmo tempo que a música ajuda a me deixar menos ansiosa, isso também me deixa mais produtiva para o que vem depois. Então, hoje, eu me permito parar no meio do dia para ouvir algumas músicas, quando sinto que não estou produzindo nada. Porque esses minutinhos que reservo para a música, na verdade, estou reservando para mim mesma.

O que eu gostaria de compartilhar com você, nesse post, é que você procure por uma válvula de escape que seja acessível no seu dia a dia, como um rápido e eficiente refúgio do seu stress e preocupações.

“Imagina, Akemi, que perda de tempo!”

Essa ‘perda de tempo’ é como um respiro para a sua mente e acredite: depois, isso pode trazer muitos outros insights e até soluções para aquilo que mais tem te dado dor de cabeça no momento.

E então? A partir de hoje, o que pode ser a sua válvula de escape no seu dia a dia? =)

musica

#disciplina #música #foco #produtividade #autoconhecimento #ansiedade

Posts recentes

Ver tudo

Eu, assim como você, estou preocupada com o futuro e passei por um luto nas primeiras duas semanas da quarentena até aceitar que os meus planos naquele momento teriam que ser adiados e que as ações qu