Buscar

Maternidade, Retorno ao Trabalho, Autocobrança, Mudanças…? | Autoconhecimento

Olá! Após algum tempo ausente, cá estou após passar pelo início da maior reviravolta da minha vida: a maternidade.

É um retorno definitivo? Com certeza não.

Volto a escrever, porque sinto muita falta de fazer isso, mas confesso que as minhas prioridades hoje são outras e muito diferentes.

E é engraçado que, até o meu filho nascer, apesar de deixar o prazo em aberto, eu era convicta do que eu queria sobre mim e principalmente, sobre o meu trabalho. Porém, bastou ele nascer para eu não ter certeza de mais nada.

Por uns 2 meses, achei que isso era muito ruim, me cobrei muito para que eu estabelecesse logo uma data para o meu retorno, o que me deixou muito ansiosa e inquieta nesse período.

E depois de um intenso e pesado puerpério, resolvi, então, organizar meus pensamentos e fiz o que há muito tempo venho sugerindo aqui: colocar as ideias no papel. No meu caso, utilizei aplicativos do celular para facilitar esse processo durante as mamadas. 

E como sempre, fazer isso esclareceu tanta coisa para mim!

Primeiro, eu não vivo uma situação de emergência para ter que voltar de imediato ao trabalho. Então, por que não aproveitar por mais tempo e ao máximo o meu tempo com o meu filho, acompanhando e cuidando do seu desenvolvimento?

Segundo, ter um filho me fez dar importância às devidas prioridades. Não tenho mais aquele tempo de antes para pensar em todas as opções, eu preciso escolher o que melhor se encaixa, não só na minha realidade, mas principalmente na realidade do meu filho, da minha família.

Com esses dois pontos de vista esclarecidos, a minha ansiedade e autocobrança diminuíram muito com relação à tudo, pois consegui entender quando eu voltaria ao meu trabalho, as mudanças que eu precisarei fazer com relação a isso e até já esbocei um planejamento do meu negócio que terá muito mais dessa nova Rejane Akemi, que vai prezar por mais foco.

E assim como já fazia, quis compartilhar todo esse processo aqui para que você pudesse ver que, por mais organizada que a pessoa seja em sua vida, sempre haverá momentos de dúvidas e confusão. A diferença está em como cada um enfrenta isso.

No meu caso, a organização me ajuda muito a esclarecer os meus pensamentos e emoções. E não significa deixar absolutamente tudo em ordem, até porque, se antes eu já não considerava isso uma prioridade, agora com filho, menos ainda.

Meu filho, minha família e eu são as minhas prioridades hoje, mesmo quando eu voltar 100% ao trabalho. E tenho achado isso ótimo, pois me dá mais foco na vida e a organização, a tranquilidade que preciso para administrar tudo isso.

Maternidade, Retorno ao Trabalho, Autocobrança...?

#ansiedade #autoconhecimento #lifecoaching #maternidade

Posts recentes

Ver tudo

Eu, assim como você, estou preocupada com o futuro e passei por um luto nas primeiras duas semanas da quarentena até aceitar que os meus planos naquele momento teriam que ser adiados e que as ações qu