Buscar

Por que cada vez mais queremos mudar de emprego e fazer o que gostamos?

Pode parecer uma pergunta idiota, mas ultimamente tenho ouvido as mesmas reclamações de muita gente.

“Estou tão estressado(a)! Às vezes, quero largar tudo para fazer outra coisa.”

“Minha empresa está uma zona e meu gestor não me ouve!” (Fiz um post mais detalhado sobre isso aqui

“Não tenho tempo para mim, para a minha família…”


Como-evitar-que-problemas-pessoais-interfiram-na-vida-profissional

Talvez, num primeiro momento, você tenha escolhido uma profissão que realmente te agradava e atendia suas necessidades, mas com o ritmo alucinado que as empresas adquiriram em buscas incessantes por ótimos resultados, você se encheu do que faz há tantos anos e descobriu (ou ainda vai descobrir) que há uma outra área ou um hobby que te interessa mais como profissão hoje.

Eu sei que os tempos agora são de crise no país, mas falo por experiência própria: reserve um tempo para você, que seja na ida ao trabalho ou na volta para casa, para pensar no que tem te deixado insatisfeito, o que você pode fazer a respeito na empresa e vá atrás disso. Caso não houver mais nada a ser feito, então comece a pensar no que você pode fazer fora de lá: você tem uma grana guardada e quer tirar uns meses sabáticos? Ou você tem um hobby que já te dá um retorno financeiro? Ou você analisou todas as suas experiências até agora e descobriu que pode seguir uma nova área?

Desde o meio do ano passado, eu pensava em fazer isso, mas ou eu não tinha tempo ou estava exausta do trabalho. Só que em Julho deste ano fui dispensada pela empresa onde eu trabalhava e no meio dessa crise você deve pensar “Surtou, não?”. Não. Para mim foi um alívio, porque eu vinha de um ritmo louco de 2 anos e como sempre organizei as minhas finanças para qualquer emergência que aparecesse, fiquei mais tranquila com a ideia de que eu corria o risco de ficar em casa por um longo período. Eu sei que eu receberia a rescisão, mas o meu planejamento antecipado também me deu mais uma folga. E foi ótimo, finalmente, consegui descansar, organizar as minhas idéias, pensar nas alternativas e conversar com o marido sobre a minha mudança que é algo que ainda continua em processo.

E o medo de mudar? Isso sempre vai existir, porque você vai sair da sua zona de conforto. As pessoas não são as mesmas quando crianças na fase adulta. Nós mudamos com o passar dos anos com os altos e baixos que encontramos na vida. Então, por que precisamos nos interessar e seguir a mesma profissão ou carreira para sempre?

Claro, antes de tudo, analise suas condições atuais, liste suas prioridades e todos os benefícios e riscos que a sua mudança envolveria. Converse com a sua família ou seu cônjuge a respeito, para que eles possam dar suas opiniões e te ajudar, se você precisar de qualquer coisa durante essa caminhada.

Uma vez vi algo que me marcou muito, tento seguir isso diariamente e proponho que você faça o mesmo:

Não existem os ‘5 passos para a felicidade’. Existe o auto conhecimento.

Que tal começar isso agora?

#experiências #direcionamento #superação #comportamento #aprendizado #caminhos

Posts recentes

Ver tudo

Eu, assim como você, estou preocupada com o futuro e passei por um luto nas primeiras duas semanas da quarentena até aceitar que os meus planos naquele momento teriam que ser adiados e que as ações qu