Buscar

Vamos fazer a nossa história diferente esse ano? 

Na última eleição, numa atitude de revolta com a situação do país, eu anulei os meus votos. Na época, achei que era a melhor coisa a se fazer, mas num país que os votos nulos equivalem aos votos em branco, nada disso valeu.

E na verdade, penso que contribuí de alguma forma para a crise política econômica atual.

Eu venho há alguns meses compartilhando com você sobre como mudarmos as nossas vidas depende só de nós e eu mesma não fazia nada para esperar um futuro diferente na nossa política e economia.

E foi nas Olimpíadas que eu me dei conta do quanto eu estava me contradizendo: como eu poderia me emocionar com o Hino Nacional, se eu não me importava com o que acontece na política e economia?

Foi um soco no estômago! 

Ok que, nessa situação, o caso é muito maior, não depende apenas de mim, mas eu e você fazemos parte disso, por mais corrupto que esse sistema seja, entende?

O que me incomoda, de fato, é a insaciável vontade de muitas pessoas insistirem que precisamos escolher um lado da política. Discutir sobre isso é saudável, se todos souberem e respeitarem os limites do próximo, mas perder tempo achando culpados é nos afastar dos resultados que esperamos para este país.

Por isso, hoje não vim sugerir qualquer frente de pensamento, liderança política, muito menos partido.

Hoje eu vim fazer um convite para, juntos, fazermos o nosso melhor nessa eleição e com tudo que está ao nosso alcance. Não para apenas dizer quem está certo e errado, mas por um bem maior, por um país melhor.

Por mais que eu nunca tenha me interessado por política (confesso!), eu me comprometi que esse ano vou fazer diferente, estudar e me inteirar mais do assunto, pois eu quero um resultado diferente para o Brasil e tendo mais conhecimento da situação, tenho condições e todo o direito de exigir e cobrar dos nossos então governantes.

E você? O que você pode fazer a partir de hoje para dar o seu melhor não só para benefício próprio, mas para os próximos anos, próximas gerações?

#experiências #compartilhamento #coaching #Política #consciência

Posts recentes

Ver tudo

Eu, assim como você, estou preocupada com o futuro e passei por um luto nas primeiras duas semanas da quarentena até aceitar que os meus planos naquele momento teriam que ser adiados e que as ações qu