Buscar

“Vamos fazer um escândalo” – Jout Jout e nós sobre o assédio à mulher

Essa semana, a incrível youtuber Jout Jout compartilhou um vídeo com as suas opiniões sobre o assédio à mulher. Assédio aqui, que fique bem claro, é o verbal e físico, desde o “E aí, gostosa?” até o estupro. 


Assisti também esta semana a uma entrevista com a apresentadora Astrid Fontenelle que disse sobre o aborto:

…enquanto não houver caras conhecidas, a gente não vai mudar a situação de milhares de mulheres que correm risco de vida…

Ambas não fazem ideia da importância que elas têm na sociedade! Elas vestem a camisa por causas que deveriam ser tratadas de forma completamente diferente do que presenciamos hoje. E tudo isso porque vivemos num país de ninguém. Num país de valores trocados, onde o ser correto é ser trouxa e o que leva vantagem é o esperto.

Focando mais sobre o assunto do assédio: a Jout Jout falou tudo neste vídeo e não vou me alongar aqui, porque acho que todos (mulheres E homens) devem prestar atenção nela, mas quero compartilhar a minha história também como forma de aderir ao movimento que ela criou.

Eu já fui assediada por um homem num vagão cheio do metrô, num horário de pico. Chorei horrores e lembro de tudo até hoje (fazem 8 anos), mas denunciei o cara à segurança do metrô. Eles me olharam com cara de indiferença, mas fiz o que pude. Aí os retardados de plantão perguntam “mas como você estava vestida também?”. Independente de você me conhecer ou não, eu poderia estar pelada lá, NINGUÉM TEM O DIREITO DE TOCAR O MEU CORPO, DE INVADIR A MINHA PRIVACIDADE.

E é assim que toda mulher deveria se sentir. Devemos ter cuidado, sim, porque tem muito desgraçado nojento solto por aí por causa da nossa “organizada” e “justa” pátria, mas nunca devemos ficar quietas sobre qualquer assédio. NUNCA!


fiufiu3-1

#mulher #experiências #assédio #superação #aprendizado #históriasdavida #caminhos

Posts recentes

Ver tudo

Eu, assim como você, estou preocupada com o futuro e passei por um luto nas primeiras duas semanas da quarentena até aceitar que os meus planos naquele momento teriam que ser adiados e que as ações qu